Breaking

Poema | Te buscando nas lembranças | Sandra Paula



Saudades de você...
A solidão da noite me toma
Uma lagrima resvala em meu rosto
Triste  ela professa  e falece em minha boca
E após ela, segue outra... e outra...

A saudade me sufoca o peito
Uma inquietação se torna constante
Sinto carência de teus beijos
Sozinha... Sem você...
Nada faz sentido...
...Nada dá prazer...

Tenho saudade de teu sorriso
Admirável e cheio de fascínio.
Recordo tuas palavras de amor
Declarações antes por mim tão sonhadas
Agora em meu coração  arquivadas
P’ra na saudade conter um pouco essa dor

Amo-te tanto... De tal maneira
Que a saudade dói e machuca
Me transforma em tristeza a alegria
Deixando sem cor os  meus dias.

Saudade me recorda teus  abraços
Envolvendo-me  em ti como  laços
Fazendo-me delirar  de amor.
Te quero pra sempre em minha vida
Ser  a teu lado eterna  menina...
... no ato ...ser fera indomada
Deixar tua pele marcada...
Ser hoje e sempre... Teu amor...

Ah, saudade malvada!
Que chega de jeito e maltrata,
Que dói e corrói a alma
De uma mulher que te ama intensamente.

Ah, meu menino, meu anjo  faceiro,
Meu amado, amante, companheiro,
Meu amigo, meu sonho,  meu amor...
Amar-te foi o que de bom me aconteceu.
...Amar-te como a vida concedeu...

Saudades é coisa ruim...
É saber que você  não está a meu lado,
É recordar teus beijos, teus enlaço...
Teus carinhos tão intensos pra mim.

É nessa saudade sem tamanho
Que sinto o quanto te amo
E não tem mais como viver sem ti...

Poema de: Sandra Paula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Abaixo da postagem você pode comentar. Nós iremos moderar e liberamos em breve. Obrigado.

Seguidores do Google