Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Texto | Pobre dos pobres. | Tony Casanova

   A pobreza não é motivo de orgulho para ninguém, mas não é razão de vergonha também. Não nascemos possuidores de nada e nada levamos desta vida enfadonha, nem o tudo que acumulamos, este ficará na estrada, quando partirmos em nossa viagem de caminho sem retorno. Que a nossa pobreza esteja restrita ao campo material e não avance em nossa alma. O Amor pelos bens é maior para muitos que encontram a imensa riqueza de patrimônio, mas perdem a beleza de viver, este que é o maior patrimônio que qualquer um de nós pode ter. Mas pior que um rico de ambições é um pobre de espírito. Nada mais há que se possa perder e que possua valor, senão a própria razão do amor, que produz a riqueza que se multiplica e acumula na alma humana. Pobre dos pobres, estes sonhando em serem nobres, correndo atrás do status, da fama e da riqueza e sequer conseguem ver a pobreza que lhes consome a paz. Pobre, pobre, pobre, morrerá como nobre, ataúde folheado, mas será sempre pobre daquilo que deixará e não verá mais…

Poesia | Boca, divina boca. | Tony Casanova

Tão formosa perfeição em simetria/

No contorno tão divinamente pura /

Rico e belo monumento, eu diria/

Desta boca, singular arquitetura.

Quem poderia compor tamanha perfeição/

Senão um mestre na arte da própria da vida/

Laborou perfeita boca ás próprias mãos/

Do labor se fez assim se fez a preferida.

Da divina forma, á rica maciez/

O estalar da fala, o tremular sutil/

Divino mestre que te fez/

A mais bela boca que se viu.

A fala nem se fala/

Nem se ouve, tamanha hipnose/

Ao ouvir-te tudo cala/

Não há nada, tampouco vozes.

A boca, esta magnífica, singular/

Tão perfeitamente bela/

Que nem precisa falar/

Basta o olhar pra ela.

Boca plena, de volume atraente/

Só de olhar já causa encanto/

Por ser demais envolvente/

Ai boca, boca que me toma/

Feitiço do meu olhar/

Que a minha alma doma.

Por Tony Casanova. Todos os Direitos Autorais e Copyright São reservados ao autor.